Notícias

Vale é multada em R$ 300 milhões e tem 72h pra apresentar impacto de possível rompimento

Por Redação , 18/05/2019 às 11:44
atualizado em: 18/05/2019 às 12:11

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Barão de Cocais - Foto DOUGLAS MAGNOO TEMPOESTADÃO CONTEÚDO
Barão de Cocais - Foto DOUGLAS MAGNOO TEMPOESTADÃO CONTEÚDO

A Justiça de Minas Gerais ampliou multa à Vale em R$ 300 milhões por descumprir determinação de apresentar estudo completo com impactos e danos de um possível rompimento da Barragem Sul Superior, em Barão de Cocais, região central de Minas Gerais. A decisão ainda obriga a mineradora a apresentar o documento em até 72 horas.

Na decisão, a juíza destaca a situação crítica na cidade. A população está em pânico e desinformada. Caminhões-pipa foram enviados para a cidade em razão do risco de desabastecimento e bancos e comércio estão fechados.

Na ultima quinta-feira (16), a Vale informou a movimentação do talude norte da Cava da Mina de Gongo Soco, que pode provocar a ruptura da estrutura a partir deste domingo (19). Mas negou que o fato poderia gerar o rompimento da barragem. Segundo a empresa, até então, não havia “elementos técnicos (...) para se afirmar que o eventual escorregamento do talude Norte da Cava da Mina Gongo Soco desencadeará gatilho para a ruptura da Barragem Sul Superior”.

Diante dessa informação, o Ministério Público recomendou na quinta-feira (16) que a Vale mantivesse a população informada sobre a real situação do complexo minerário. Foi solicitado também que a empresa apresentasse os estudos com levantamento dos impactos de uma possível ruptura de todas as estruturas de Gongo Soco e o vazamento dos rejeitos e água.

Segundo a decisão judicial, o estudo apresentado pela empresa “não contempla os impactos na mancha de inundação para o caso de rompimento de 100% das estruturas”. A decisão judicial leva em conta que, em caso de ruptura, a lama atingiria as comunidades próximas à barragem em poucos minutos e que, no percurso, há idosos, doentes, crianças e famílias.

Neste sábado, milhares de moradores da cidade participam de um simulado para agir em caso de rompimento da barragem.

Leia também

Moradores de Barão de Cocais participam de simulado de emergência neste sábado
Vale informa ao MP risco de rompimento na mina de Barão de Cocais até dia 25 de maio
Agência Nacional de Mineração tenta minimizar riscos em barragem de Barão de Cocais
Vale deve resgatar animais que ainda estão em áreas de risco na Mina de Gongo Soco

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link