Auto Truck CPM Interno

Notícias

Prefeitura de BH começa a cobrar proprietários de imóveis que pagaram 2,5% de ITBI

Por Redação , 11/04/2019 às 09:02
atualizado em: 11/04/2019 às 09:04

Texto:

Foto: Divulgação Flickr da PBH
Divulgação Flickr da PBH

Contribuintes que compraram imóveis no período de 1ª de maio de 2014 a 30 de abril de 2015 e pagaram a alíquota de 2,5%  e não de 3% do Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis por Ato Oneroso Inter Vivos (ITBI) terão que quitar a diferença. A Secretaria Municipal de Fazenda vai começar a notificar os proprietários a partir desta quinta-feira. A adequação atende a uma decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

“São devedores os 10.832 imóveis que tiveram lançamentos de ITBI realizados entre 1º de maio de 2014 e 30 de abril de 2015 e quitados com alíquota de 2,5%, amparados por liminar do TJMG, que foi posteriormente cassada. Do total de lançamentos, 895 serão notificados no Domicílio Eletrônico dos Contribuintes e Responsáveis Tributários do Município de Belo Horizonte, o Decort-BH. Os demais contribuintes serão notificados mediante o envio de carta registrada com aviso de recebimento”, explicou o diretor de Lançamentos e Desonerações Tributárias da Secretaria Municipal de Fazenda, Érvio de Almeida. 

Os contribuintes terão trinta dias, a contar do recebimento da notificação do lançamento, para efetuar o pagamento do tributo. Érvio de Almeida esclarece, ainda, que após o terceiro dia útil, a contar do pagamento da guia, o contribuinte poderá requerer a certidão de quitação de ITBI.

 “Também é de trinta dias, contados a partir do recebimento da notificação, o prazo para o contribuinte apresentar a reclamação administrativa contra o lançamento do ITBI, com o preenchimento do formulário disponível no site”, explica o diretor.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link