Auto Truck CPM Interno

Notícias

'Minas não merece esse tipo de evento mais', diz Romeu Zema sobre tragédias de barragens

Por Redação, 17/04/2019 às 15:33
atualizado em: 17/04/2019 às 15:59

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

O governador de Minas, Romeu Zema (Novo), afirmou nesta quarta-feira que o estado inicia uma era pós-tragédias e que é preciso superar o passado e olhar para o futuro. As declarações foram dadas durante o Seminário Técnico Internacional sobre Barragens de Rejeitos e o Futuro da Mineração em Minas Gerais, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

“Eu faço questão que o que aconteceu em Mariana e Brumadinho nunca mais ocorra. Tem que ser um capítulo virado na história de Minas Gerais. O que nós estamos fazendo na história de Minas é para colocarmos um ponto final nessa questão. Não é um processo que se resolve de um mês para o outro, vamos levar alguns anos para descomissionarmos algumas barragens, mas o início do processo foi dado e será seguido à risca. Minas não merece esse tipo de evento mais. Eu quero ser o último governador que lidou com esse tipo de evento”.

O governador reafirmou a importância do setor de mineração para o estado e disse que é possível conciliar a atividade com o meio ambiente. “Em outros países existem operações de mineração com total segurança conciliando desenvolvimento e meio ambiente. O nosso intuito é discutir como reinventar esse setor que é tão importante para a economia do estado. Como chefe do poder Executivo, eu tenho total obrigação de mostrar que mundo afora existem opções diferentes daquelas que foram adotadas aqui”. 

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, também esteve no evento e defendeu a conversão das multas aplicadas à Vale em investimentos nos sete parques nacionais que ficam em Minas Gerais e em saneamento básico em cidades que ficam perto de Brumadinho. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link