Notícias

Henrique fala em ‘jogo muito abaixo’ do Cruzeiro e pede ‘mais cobrança’ entre os jogadores

Por Redação, 18/05/2019 às 22:14
atualizado em: 18/05/2019 às 22:48

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro
Bruno Haddad/Cruzeiro

Com a goleada por 4 a 1 sofrida para o Fluminense neste sábado, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro chegou ao quarto jogo sem vencer na temporada – sendo a terceira derrota do time que até há pouco tempo estava invicto no ano. Diante do novo cenário, o volante Henrique lamentou a apresentação do time celeste no Rio de Janeiro pedindo mais cobrança e atitude do elenco.

“Jogo muito abaixo. Nós resolvermos pressionar, em certos momentos deu certo, criamos mais, porém sofremos gols que a equipe não é acostumada a sofrer. Gols muito fáceis no meu modo de ver. Mas é hora de colocar a cabeça no lugar, fazer autoanálise para que a gente reaja, falta isso pra gente, se cobrar mais e corrigir mais. Nós precisamos de ação, atitude”, afirmou.

“Vamos dar o retorno dentro de campo já nas próximas rodadas porque vamos conversar entre nós, corrigir tudo isso que nos falta pra voltar a trilhar os caminhos da vitória”, completou.

Foi a primeira vez que o Cruzeiro perdeu por três gols de diferença sob o comando de Mano Menezes. Nas duas passagens pelo clube, o treinador, que prima pelo forte sistema defensivo, nunca havia sido derrotado por um placar tão dilatado. A última vez que a zaga celeste foi vazada quatro vezes foi em fevereiro de 2018 quando a equipe foi superada por 4 a 2 pelo Racing, na Argentina, pela Copa Libertadores.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link