Notícias

Cruzeiro fecha parceria com empresa chinesa de pôquer online para estampar marca no calção

Por Redação, 17/05/2019 às 20:34
atualizado em: 17/05/2019 às 20:39

Texto:

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro
Bruno Haddad/Cruzeiro

O Cruzeiro anunciou mais um patrocinador para o uniforme da equipe. Nesta sexta-feira, o clube fechou parceria com a PPPoker, empresa chinesa de jogos de pôquer online que estampará a marca na parte de trás do calção. O contrato terá duração até o fim desta temporada.

A novidade poderá ser vista no uniforme celeste contra a Chapecoense, dia 26 de maio, às 19h, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro.

Responsável por fechar o acordo, o diretor comercial e de novos negócios do Cruzeiro, Renê Salviano destacou a valorização internacional da marca do clube com a parceria.

“É mais uma marca estrangeira que trazemos para o Cruzeiro. Estamos valorizando ainda mais nossa marca com a junção de corporações importantes mundialmente, além de inaugurar também um novo espaço comercial em nosso uniforme”, comentou em entrevista ao site oficial do Cruzeiro.

Além do patrocínio, o Cruzeiro fechou com a empresa a criação de uma liga de pôquer online para os torcedores celestes.

“O Cruzeiro sai na frente mais uma vez. Trouxemos para junto de nós um grande parceiro de um dos nichos de mercado que mais crescem no mundo. E a previsão para o mercado brasileiro é bastante otimista. Para se ter uma ideia, o faturamento dos jogos virtuais no país deve saltar de R$ 2,2 bilhões em 2017 para R$ 3,2 bilhões em 2022. Estamos buscando projetos que são sucesso no planeta, trazendo para dentro do nosso universo”, destacou Renê Salviano.

A PPPoker será o nono patrocinador exibido no uniforme do Cruzeiro em 2019 que já conta com o banco Digi+, Supermercados BH, Camponesa, Unincor 5 Estrelas, Multimarcas Consórcios, Fiat, ABC da Construção e Bem Protege.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link