Auto Truck CPM Interno

Notícias

Corinthians vence o Goiás em Itaquera e sobe para quinto lugar no Brasileirão

Por Agência Estado, 08/08/2019 às 00:06
atualizado em: 08/08/2019 às 00:09

Texto:

Foto: ALE FRATA/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO
ALE FRATA/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

O Corinthians fez o dever de casa e venceu o Goiás por 2 a 0, na sua arena em Itaquera, em jogo adiado da sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Junior Urso e Boselli marcaram os gols do triunfo que levou o time para a zona de classificação à Copa Libertadores, em quinto lugar, com 23 pontos. O Goiás é o 12º, com 17.

A equipe de Fábio Carille agora volta a campo no domingo, às 11 horas, quando enfrentará o Internacional, no estádio Beira-Rio, pela 14ª rodada. No mesmo dia, mas às 19h, o Goiás vai receber o Vasco no Serra Dourada.

Preocupado com a sequência de jogos, Carille poupou Danilo Avelar, Sornoza e Vagner Love da partida. Entraram Carlos Augusto, Mateus Vital e Boselli. Os três foram mal e não aproveitaram a oportunidade.

O Corinthians encurralou o Goiás nos 15 primeiros minutos, chegou a ficar com 82% de posse de bola e criou chances com Boselli e Clayson. Mas quem levou mais perigo foi o Goiás com Kayke, que acertou a trave de Cássio. O time anfitrião impunha o ritmo e também foi mais efetivo. Clayson tabelou pela direita com Gabriel e rolou para Junior Urso mandar para as redes: 1 a 0

O Goiás reagiu e chegou a empatar com um belo gol de Michael. Ele cortou Gil e bateu cruzado. Mas recebeu em impedimento e o VAR anulou. Mas o Corinthians seguiu melhor e o árbitro de vídeo foi mais uma vez acionado, agora em lance no ataque do time paulista. Mateus Vital cabeceou e levou um chute na cabeça. O jogador deixou o campo sangrando. O árbitro entendeu que não houve nada.

Na etapa final, a partida esfriou um pouco. Carille tentou dar mais criatividade à equipe com a entrada de Jadson no lugar de Mateus Vital. Mas era o Goiás que chegava com perigo. Kayke acertou mais uma vez a trave de Cássio e a defesa do time paulista parecia atrapalhada. Michael, sempre em cima de Carlos Augusto, era quem mais incomodava o time. 

O Corinthians passou a encontrar dificuldade para manter a bola no setor ofensivo. Em uma das raras oportunidades, Junior Urso avançou pela direita, tentou o cruzamento e a bola tocou na mão de Rafael Vaz. Pênalti, que Boselli cobrou e ampliou o placar para alívio dos torcedores. Nos acréscimos, Yago Felipe foi expulso por falta em Everaldo.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 2 X 0 GOIÁS

CORINTHIANS - Cássio, Fagner, Manoel, Gil e Carlos Augusto; Gabriel, Júnior Urso (Matheus Jesus) e Mateus Vital (Jadson); Clayson (Everaldo), Boselli e Pedrinho. Técnico: Fábio Carille.

GOIÁS - Tadeu; Daniel Guedes, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Geovane, Léo Sena e Yago Felipe; Michael (Junior Brandão), Kayke (Rafael Moura) e Leandro Barcia (Renatinho). Técnico: Robson Gomes (interino).

GOLS - Junior Urso, aos 24 minutos do primeiro tempo; Boselli, aos 41 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araujo.

CARTÕES AMARELOS - Daniel Guedes e Léo Sena; Fagner.

CARTÃO VERMELHO - Yago Felipe

RENDA - R$ 1.307.624,00. 

PÚBLICO - 34.595 pagantes.

LOCAL - Arena Corinthians, em São Paulo (SP).

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link