Auto Truck CPM Interno

Notícias

Contas do ex-governador Fernando Pimentel são aprovadas com ressalvas pelo TCE

Por Redação, 05/06/2019 às 14:08
atualizado em: 05/06/2019 às 15:54

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

Por um placar de quatro votos a três, o Tribunal de Contas de Minas Gerais aprovou com ressalvas, na manhã desta quarta-feira, as contas do ex-governador Fernando Pimentel (PT) referentes a 2017. A análise foi suspensa em dezembro do ano passado, depois de um pedido de vista do conselheiro Durval Ângelo. 

Votaram pela aprovação das contas com ressalva os conselheiros Durval Ângelo, Licurgo Mourão, Sebastião Helvécio e Mauri Torres. Os votos de rejeição foram de Gilberto Diniz, José Alves Viana e Vanderlei Ávila. 

Em entrevista à Itatiaia, o conselheiro Durval Ângelo, que era filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT) e próximo à Pimentel, explica porque votou pela aprovação com ressalvas. “Em dezembro de 2016, o governador decretou o estado de calamidade financeira em Minas Gerais. Os índices do estado de calamidade permitem que alguns índices constitucionais obrigatórios e mesmo a lei de responsabilidade fiscal passam a não serem absolutos. Então houve realmente a não aplicação de alguns índices, mas de qualquer maneira há um respaldo nessa decretação do estado de calamidade”.

Os outros seis conselheiros não quiseram gravar entrevista, assim como a procuradora do Ministério Público de Contas, Cristina Melo. Nenhum representante da defesa do ex-governador Fernando Pimentel compareceu ao julgamento. 
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link