DIGI+ Campeão Mineiro - Internas

Notícias

Confronto entre membros da Máfia Azul e da Galoucura tem tiro, porrada e bomba na Vilarinho

Por Redação , 15/04/2019 às 08:36
atualizado em: 15/04/2019 às 09:02

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

O pós-clássico entre Cruzeiro e Atlético teve tiro, porrada e bomba na Avenida Vilarinho, em Venda Nova, onde membros da Galoucura e da Máfia Azul se encontraram por acaso na noite desse domingo (14). Houve correria e briga. A Polícia Militar (PM) teve que usar spray de pimenta, gás lacrimogêneo e tiros com bala de borracha para dispersar a confusão. Um torcedor foi atingido por um disparo e precisou de atendimento no Hospital Risoleta Neves. 

Ouça a reportagem com Oswaldo Diniz!

O tumulto ocorreu quando os torcedores se encontraram na rua Judith Luzia de Carvalho, o que apavorou moradores. “Foi um pesadelo, foi horrível, uma baixaria. Nossa senhora! Os caras correram atrás dos outros para pegar na porrada. Minha mãe também saiu para ver, porque a gente tem filho. Um passou machucado”, disse uma moradora. “Não vale a pena. Agora os jogadores do Atlético estão bebendo, divertindo, comendo e a torcida se matando”, completou.

Apesar de moradores terem relatado confronto, o aspirante Guilherme Furtado, do 49º Batalhão, disse que a Polícia Militar (PM) interviu antes, já que muitos militares estavam escoltando o ônibus com atleticanos.

“As viaturas da Polícia Militar estavam fazendo a escolta do ônibus com torcedores da Galoucura Zona Norte e, em certo ponto, da Vilarinho, tinha uma outra torcida do Cruzeiro concentrada. Os ânimos ficaram exaltados. Como a Polícia Militar estava na escolta com bastantes viaturas e militares já preparados para esse tipo de situação, conseguimos dispersar antes que chegassem a entrar em confronto. Foi necessário uso de munição química e de impacto controlado”, detalhou.  

A PM calcula que a confusão envolveu 50 atleticanos e 30 cruzeirenses. “Foi coincidência mesmo. Não tinha nada marcado”, garantiu o militar.

Leia também:

Atleticanos e cruzeirenses são presos em duas ocorrências na Região Leste de BH

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Augusto Heleno compara audiência de Sergio Moro no Senado a inquisição: https://t.co/Lh88yUsmDG https://t.co/ZXlGWku4n6

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Ele considerou que foi mais um “triste capítulo da história do Brasil”.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️ Jogadoras fizeram o primeiro treino após classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo.

    Acessar Link