Notícias

Após início de negociação com o governo de Minas, servidores da segurança pública adiam manifestação

Por Redação , 18/09/2019 às 17:19
atualizado em: 18/09/2019 às 17:39

Texto:

A manifestação dos servidores da segurança pública – policiais militares e civis, bombeiros, agentes penitenciários e do sistema socioeducativo – que estava marcada para esta quinta-feira (19) foi adiada depois que o governo de Minas começou uma nova negociação com entidades e deputados. Os profissionais pedem a reposição dos salários dos últimos quatro anos, com reajuste de 28,8%.

Na última segunda-feira (16), os trabalhadores rejeitaram a primeira proposta do governo. A Itatiaia teve acesso a um cronograma em que o Executivo propõe pagar o reajuste pedido em quatro parcelas: setembro de 2020, setembro de 2021, setembro de 2022 e março de 2023. Mas a categoria quer receber a primeira já no início do ano que vem.

Uma nova reunião com o secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Otto Levy, foi marcada para 7 de outubro. Não há data prevista para um nova manifestação. 

Leia mais:

Reposição salarial: servidores da segurança recusam 1ª proposta do governo Zema

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Campeonato Mineiro Coimbra x América

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽Boliviano irá desembarcar em Belo Horizonte nesta terça-feira, às 11h30

    Acessar Link