José Lino Souza Barros

Coluna do José Lino Souza Barros

Veja todas as colunas

Se o Instagram acabasse amanhã...

Do escritor Rafael Magalhães, do blog Precisa Escrever

17/07/2019 às 12:25
Ouça na Íntegra
00:00 00:00

Se o Instagram acabasse amanhã, muita coisa iria mudar. Tem gente que se sentiria perdida. Outros poderiam finalmente se encontrar. 

Se as redes sociais chegassem ao fim, alguns que se julgam semideuses, voltariam a ser apenas humanos. O tribunal virtual não ia ter mais como julgar a vida alheia. Muita gente que se diz “influenciador” teria que estudar para aprender a influenciar de verdade. 

Se o Instagram acabasse amanhã, talvez os relacionamentos voltassem a durar, talvez deixássemos de ser só mais um número, talvez tudo voltasse a ser normal. Se o Instagram acabasse amanhã, eu voltaria a escrever “o que” e “quando” eu quisesse, e não “o que” ou “quando” eu acho que vocês gostariam de ler. 

Percebem a diferença? As pessoas voltariam a se preocupar em viver e não em mostrar que estão vivendo. A notícia voltaria a ser dada por quem realmente pode assumir a responsabilidade por ela. A conquista deixaria de ser no like e voltaria a ser no olho a olho. 

Se esse mundo virtual chegasse ao fim, o abraço voltaria a ser mais sincero. Os amigos voltariam a ser aqueles que realmente te conhecem e se preocupam com você. Os idiotas não teriam tanta voz. Os invejosos não teriam tanta vez. As pessoas voltariam a se preocupar mais com a própria vida. 

Se o Instagram acabasse amanhã, quantos amigos de verdade lhe restariam? Quantas pessoas estariam de fato próximas a você? Quanto seria o seu salário no final do mês? Quantos desses, que dizem que te querem bem, continuariam ao seu lado? 
Se isso tudo acabasse amanhã, eu continuaria escrevendo, porque é isso que eu amo fazer. 

E você? O que faria? Bom... Talvez eu seja só mais um velho que sente falta do mundo antes de tudo isso. Ou talvez você seja só mais um jovem que não percebe o quão idiota é a forma que tem vivido. 

Se o Instagram acabasse amanhã, então descobriríamos qual de nós dois está com a razão.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link